quarta-feira, 27 de abril de 2011

Deus X Big Bang

Pra retificar a amenizar o impacto obtido pelo primeiro post, queria esclarecer algumas coisas. Quando eu disse “quase ateu” eu não estou dizendo simplesmente que não acredito em nenhum ser superior ou criador, ou que simplesmente tudo foi que criado ao acaso e por si só. Eu simplesmente não acredito mais em Deus da forma como as igrejas pregam, mas creio sim num ser (ou numa força, ou numa forma de energia) superior, criador e multidimensional.

Como disse no primeiro post, “não consigo tragar a teoria dos cientistas [...] de que do nada uma minúscula massa, infinitamente densa explodiu e deu origem a tudo que existe na mais perfeita ordem, desde as mais simples partículas, até os mais complexos sistemas e leis da nossa física”. Realmente, pra mim é difícil entender, embora não tenha conhecimentos avançados de física como grandes cientistas. Por outro lado, Stephen Hawking (autor de conceituados livros como, O Universo numa Casca de Noz e Uma Breve História do Tempo) afirma que “a criação espontânea é a única explicação para a existência do Universo”[1]. Acho que teria que estudar muito pra entender isso.
OK, explicado?! Então vamos ao título deste segundo post...

Deus X Big Bang
Se o universo foi criado a partir do Big Bang, quem criou o Big Bang, ou, o que havia antes dele?  Uma possível explicação seria que ele sempre existiu! Isso é difícil para nós aceitarmos, porque somos meros tridimensionais que estamos acostumados com COMEÇO e FIM.

Ou poderíamos dizer: Deus criou o Big Bang e ordenou que ele expandisse e criace tudo que existe. Então, voltamos à pergunta: E quem criou Deus? Uma possível explicação seria que ele sempre existiu! Voltamos também na mesma resposta anterior.

Entonces, se o Big Bang e o universo sempre existiram e Deus sempre existiu (de acordo com ambas as teorias, do Big Bang e da criação respectivamente), unindo as duas teorias, não seria Deus o próprio universo? E nós não seriamos parte dele? Deus (ou o Criador) não estaria presente em todas as coisas (aposto que você já ouviu isso antes)?

Por hora é só. Até a próxima, e nunca parem de pensar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário