sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Estéril

Terra boa...
Solo fértil...
Mas a semente é estéril!
Seu orgulho não aceita ajuda
É perolas aos porcos

Pode mas não quer
Justifica o presente
Com a desculpa de um passado remoto
Sem objetivos para o futuro

Mas ele cresce
Vai ao inferno várias vezes
E continua dia a dia...
Esperando de boca aberta o seu fim...

(Diego V. Natividade)

Nenhum comentário:

Postar um comentário